terça-feira, 28 de julho de 2009

E se eu não quiser ser salvo por vocês ?

Seria cômico se não fosse preocupante. O mundo está em crise, seja ela econômica, de identidade ou social. Pois bem, falarei de uma preocupação minha para com o campo social. Com o crescimento surreal do sistema capitalista, o mundo entrou em colapso, a população só pensa em ganhar mais e mais, em se dá bem em cima dos outros, ganhar pra gastar, gastar pra ter estatus e ter estatus pra humilhar o economicamente inferior. Sendo assim, nos encontramos vivenciando uma época de turbulência no que diz respeito aos valores humanos, ou seja, dentro do contexto econômico ao qual a gente está inserido quanto mais passar o outro pra trás melhor.

Não quero aqui pregar o Socialismo (se bem que acho ainda a mais viável organização social para sairmos desse caos), mas quero registrar a falta de escrúpulos do mundo, alguns podem me chamar de sensível, sonhador e até utópico. Acho que sou isso mesmo, porém não sou o único e a cada dia (graças à crueldade de uma boa parte dos terráqueos), muitos outros se juntam ao grupo dos “Utopistas”, outros preferem se juntar ao grupo dos “pseudo fieis”. Esse segundo grupo se apega a alguma espécie de religião ou cresça para tentar amenizar as dores da vida, ou seja, tais pessoas se agarram em dogmas hipócritas que servem pra nada mais nada menos como controle social. Enquanto se confinam em igrejas, mesquitas e templos, estes supostos fiéis crêem apenas no pagamento do dizimo como a única salvação eterna, enquanto seus cultos, missas e pregações a cada dia mais lotados se transformam numa espécie de anestesia alienante. Pessoas essas que, se denominam fiéis seguidores de um Deus, ao saírem de seus “templos Sagrados” e terminarem suas orações, esquecem de tudo o que sua religião prega e agem de forma inversa que o seu Deus os ensinara. Sem o menor pudor nem algum remorso, continuam ganhando dinheiro em cima de quem realmente trabalha, insiste na não solidariedade com o próximo e vai além, fingindo que o próximo nem existe. Indivíduos esses que se trancam em verdadeiras fortalezas, no conforto do “lar doce lar” estão “cagando” se o morador de rua sente frio se a criança abandonada se droga ou sente frio, se o agricultor tem terra e semente pra plantar, etc. Essas pessoas preferem enganar os menos informados com dogmas ultrapassados e usam o nome de um Deus (e todo seu pantaleão) em favor de beneficio próprio, em pró do seu próprio conforto e comodidade. É preciso ter cuidado com esses falsos “profetas”, pois tais pessoas têm o poder da oratória a seu favor e não medem esforços para te puxar para dentro de sua “teia” dogmática, e, se você não ficar atento a isso logo logo será mais um com visão limitada sobre os acontecimentos político-sociais que circundam o mundo. Quando se chega a esse estágio, o “devoto” não tem mais opinião própria, já se encontra “contaminado” pelo poder de persuasão que os chamados “propagadores da fé” lhe empurraram de goela a baixo!

É preciso sempre ficar atento as entrelinhas históricas e perceber que os paradigmas religiosos não são tão “sagrados” assim, pois são criados por seres humanos para o controle social de outros seres humanos. Portanto, o processo é falho, não é tão cristalino e verdadeiro assim como se é levado a pensar. Sou da opinião que religião não importa, o que importa mesmo é ser um bom ser humano, solidário com o próximo, respeitar a natureza e nunca se sentir superior a qualquer outro ser, pois somos todos parte de um mesmo sistema, sistema esse constituído principalmente por moléculas de átomos e H2O. O que importa não é a religião que você crer, mas crer em uma força maior que vai além de qualquer religião criada pelo simplório ser humano.

8 comentários:

Jorge Elô disse...

hehehehe, gostei das críticas!
O mundo está um caos mesmo!!! só nos basta fugir, como o cara da charge
=)

Abraços Marcilo!!

Saulo de Tarso disse...

Eu li um livro recentemente e, nele, o autor diz que tudo o que acontece ao nosso redor, bom ou ruim, só acontece conosco a partir do momento em que permitimos... Dentro de uma conjuntura sócio-política na qual estamos inseridos atualmente, é quase que inevitável que pessoas com um grau de (in)formação não tão satisfatório recorra aos ditos "profetas"... Isso nos remonta aos conhecidos movimentos messiânicos, nos quais o povo oprimido via uma solução para os males que os afligiam... Oh, Canudos...! Será que estás ressurgindo? Acho pouco provável... Basta analisar os "profetas" que estão surgindo...
Ilustre historiador, parabéns pelo texto, instigante, reflexivo e, acima de tudo, esclarecedor... Tô contigo e num abro!
Abraços!

Anônimo disse...

fugir do mundo? por isso que ele tá assim ô jor elô... temos que brigar pra o mundo parar de ser esse caos que você mesmo diz...

Marcilo Ramos disse...

Se “brigar” for interferir no direito de escolha do outro, também não quero essa briga pra mim. Se existem as escolhas, aceitar de “goela” a dentro o que os outros nos empurram sem ao menos questionarmos se é isso mesmo que queremos e a outra “fugir” mesmo que seja de forma simbólica, prefiro o simbolismo de “fugir” de tal alienação que me render a ela.

Alexandre J. Nário disse...

vocês são muito avançados

Leda disse...

Não sei o q o J.Nário quiz dizer, mas, se for avançado o ser que dá escolhas a quem já não suporta mais o sofrimento de existir por existir, seja da a essa pessoa, pelo menos, esse direito. Pois tantos já são os ceifados... Temos obrigações demais e direitos... quase nenhum. Principalmente os mais humildes. E aí aprtem p/ as religiões como forma de se amortecer. Antes a morte que uma vida indigna. Deus disse q é pecado acabar com a vida? Que Deus é esse tão vingativo, prepotente, e que nos quer sofrendo. A quem interessam as religiões? Fácil resposta. Pensar dá uma canseira... E é tão bom ser gado, viver em bandos, repetindo tdo q ouve sem nunca ter raciocinado. Triste o povo q ñ pensa.E q aceita tudo q lhes é imposto. Valeu Marcilo, apesar da pouca idade, vc é uma mente valiosa.Precisamo de jovens como vc, ao invés de idiotas fanáticos por futebol novela e BB.

Anônimo disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,酒店,

Anônimo disse...

Preference casinos? assess this noiseless in diapers [url=http://www.realcazinoz.com]casino[/url] advisor and wing it slander online casino games like slots, blackjack, roulette, baccarat and more at www.realcazinoz.com .
you can also entitlement our untrained [url=http://freecasinogames2010.webs.com]casino[/url] inappreciable guidance at http://freecasinogames2010.webs.com and fructify in deed-holder tangled dough !
another shine [url=http://www.ttittancasino.com]casino spiele[/url] come across is www.ttittancasino.com , in profit german gamblers, upshot as a be revealed nearby magnanimous online casino bonus.