quarta-feira, 2 de setembro de 2009

CAMISA VERMELHA (part.1)
















Crianças brincam com soldados de plásticos
Soldados brincam com vidas humanas
Crianças soltam sorrisos e esperança
Soldados soltam bombas e tiros
Amigos se tornam inimigos
Jovens se tornam velhos vencidos

Vaidade e egoísmo, um casal perfeito
Tantos defeitos e nenhuma qualidade
Destes sentimentos, está cheia a cidade
Infelizmente, é a verdade, a veracidade
De um lugar doente, raivoso e mortal

Perigo real!
Sofrer, já não faz tão mal
Desde que seja o outro que morra
No jornal é sempre a mesma coisa
Rico cada vez mais rico
E pobre cada fez “mais mau”
Direito igual?
No meu país tem
Mas só para a mesma classe social

Dê um basta!
Vista a farda vermelha do que para eles é “imoral”
Mate o pré conceito econômico-social

E lembre-se bem;
Ninguém melhor que você
Pra mudar a realidade do seu local!